5 (100%) 6 votes

Você sabe como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica?

Atualmente é possível contar com diversas formas de financiamento da compra e instalação de um sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Esse tipo de linha de crédito foi criada para incentivar a utilização de fontes de energia limpa, atraindo os proprietários de residências e imóveis comerciais.

No entanto, cada linha de crédito possui suas características próprias. E é por isso que é fundamental analisar fatores como: valor a ser investido, prazos de carências, formas de pagamento e parcelamento, entre outros fatores.

E para te ajudar a escolher o melhor financiamento para o seu bolso, no post de hoje vamos falar como funcionam os principais tipos de financiamento de energia solar fotovoltaica no Brasil. Continue acompanhando!

Veja como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica

Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES)

O BNDES é uma das referências para o financiamento de energia solar fotovoltaica. Existem diferentes alternativas para suprir todos os tipos de consumidores, sendo a mais comum o Cartão BNDES. Contando com um prazo de até 48 meses e uma taxa básica de cerca de 1,2%.

Outra alternativa do BNDES é a linha Finame Bk Aquisição, que conta com um prazo de até 60 meses e uma taxa básica de até 9,5% a.a. Entretanto, para adquirir um sistema fotovoltaico pela Finame, é preciso que o equipamento seja produzido no Brasil. Mas, o BNDES disponibiliza em seu site um portal de busca para sistemas que possuem o código Finame.

Negócios Sustentáveis (BB)

O Banco do Brasil oferece a Linha de Crédito Negócios Sustentáveis, fornecendo condições especiais e sem juros para o financiamento de sistemas de energia solar. O BB oferece diversos consórcios para o financiamento do sistema fotovoltaico e sua instalação.

Geralmente essa alternativa possui valores menores que outros financiamentos, pois não existe cobrança de juros nessa modalidade. A duração varia de acordo com o sistema e a instalação escolhida, já o tempo de contemplação é definido por sorteios e lances.

 

Financiamentos da Caixa Econômica Federal

Para aqueles consumidores que se encaixam no segmento de micro e minigeração de energia solar, a Caixa Econômica federal disponibiliza o CONSTRUCARD. Dessa maneira, é possível financiar sistemas solares fotovoltaicos em até 240 meses, além de contar com taxas de juros mais atraentes para os consumidores.

Veja como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica

Para quem já possui conta da CEF, basta entrar em contato com o seu gerente para solicitar a emissão do CONSTRUCARD. Vale ressaltar que as condições de pagamento e as taxas são negociadas diretamente com o seu gerente.

Santander financiamentos

O Santander já é reconhecido por disponibilizar crédito para soluções sustentáveis. Por meio do Santander Financiamentos, o banco oferece crédito para instalação de sistemas solares em até 60 vezes, para valores de R$2,500,00 até R$500 mil.

Existem opções para pessoas física e jurídica e a taxa de juros varia de acordo com os valores, prazos e condições de pagamento escolhidas. Uma das alternativas mais conhecidas é o: CDC Eficiência Energética de Equipamentos, que oferece crédito para o financiamento de sistemas de energia solar fotovoltaica.

Veja como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica

Vale lembrar que antes de escolher a melhor de linha de crédito para o seu bolso é fundamental pesquisar bastante. Dessa maneira é possível assegurar a escolha do melhor financiamento de energia solar fotovoltaica de acordo com a sua realidade.

E aí entendeu como funciona as principais de linhas de crédito para energia solar fotovoltaica? Ainda tem alguma dúvida sobre o financiamento de energia solar fotovoltaica? Deixe seu comentário! E não se esqueça de seguir a Soliens no Instagram para ficar por dentro das novidades do segmento solar no Brasil!