5 (100%) 27 votes

Financiamento de energia solar fotovoltaica:

Atualmente é possível contar com diversas formas de financiamento da compra e instalação de um sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Esse tipo de linha de crédito foi criada para incentivar a utilização de fontes de energia limpa, atraindo os proprietários de residências, imóveis comerciais e empresas de todos os portes e segmentos.

No entanto, cada linha de crédito possui suas características próprias, variando taxas de juros, carência, prazo de pagamento e outros aspectos importantes. E é por isso que é fundamental analisar fatores como: valor a ser investido, prazos de carências, formas de pagamento e parcelamento, entre outros fatores.

E para te ajudar a escolher o melhor financiamento para o seu bolso, no post de hoje vamos falar como funciona os principais financiamentos de energia solar no Brasil. Continue acompanhando!

Entenda a importância da energia fotovoltaica no Brasil

Antes de iniciarmos nosso guia sobre o financiamento de energia solar fotovoltaica, é importante que você conheça um pouco mais sobre essa fonte de energia limpa. O sol é uma fonte de energia renovável, podendo ser utilizado como fonte de calor e para geração de energia elétrica.

Desse modo, a energia fotovoltaica é atualmente a fonte de energia limpa (que não produz poluentes para sua produção ou utilização) mais rentáveis. Uma vez que se trata de uma fonte de energia totalmente renovável e os sistemas solares possuem uma vida útil de até 30 anos de economia na conta de luz.

Além de garantir a economia na conta de luz para os consumidores, a energia fotovoltaica proporciona diversos benefícios ambientais. Podendo ser utilizada até mesmo em áreas mais remotas onde não existe rede de energia elétrica.

Entretanto, a energia fotovoltaica também possui algumas desvantagens, como por exemplo: não é possível gerar energia durante a noite. Mas, ao contrário do que muitos pensam, os sistemas fotovoltaicos também funcionam em dias nublados.

Outra desvantagem é que os modelos que utilizam baterias para armazenar a energia gerada. Com isso, o sistema solar acaba ficando muito mais caro, por isso é importante identificar a melhor opção para você.

Veja como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica

Como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica?

Embora seja a maneira mais vantajosa para a aquisição da tecnologia, é inegável que o pagamento a vista de um sistema fotovoltaico foge da realidade de muitos consumidores que desejam gerar sua própria energia.

Assim, criou-se uma mentalidade que possuir um sistema fotovoltaico no Brasil é algo inacessível para a maioria da população, o que não é verdade. Isso porque já são oferecidas diversas linhas de financiamento exclusivas para a aquisição dos sistemas solares, tanto de bancos privados como públicos. Pense só no seguinte cenário: você compra um sistema fotovoltaico que te gera R$ 468 de economia na conta de energia todo mês.

A partir daí você paga a parcela do financiamento do sistema com esses mesmos R$ 468 reais, ou seja, você paga com a economia! Em um determinado tempo a parcela vai acabar, mas o seu sistema solar continuará com você por anos e anos, trazendo muita economia. Incrível, não é mesmo? Neste Guia de Financiamento você pode conhecer cada delas e avaliar qual é a mais vantajosa para você! Vamos lá!

Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES)

O BNDES é uma das referências para o financiamento de energia solar fotovoltaica. Existem diferentes alternativas para suprir todos os tipos de consumidores, sendo a mais comum o Cartão BNDES. Contando com um prazo de até 48 meses e uma taxa básica de cerca de 1,2%.

Outra alternativa do BNDES é a linha Finame Bk Aquisição, que conta com um prazo de até 60 meses e uma taxa básica de até 9,5% a.a. Entretanto, para adquirir um sistema fotovoltaico pela Finame, é preciso que o equipamento seja produzido no Brasil. Mas, o BNDES disponibiliza em seu site um portal de busca para sistemas que possuem o código Finame.

financiamento de energia solar

Negócios sustentáveis (BB)

O Banco do Brasil oferece a Linha de Crédito Negócios Sustentáveis, fornecendo condições especiais e sem juros para o financiamento de sistemas de energia solar. O BB oferece diversos consórcios para o financiamento do sistema fotovoltaico e sua instalação.

Geralmente essa alternativa possui valores menores que outros financiamentos, pois não existe cobrança de juros nessa modalidade. A duração varia de acordo com o sistema e a instalação escolhida, já o tempo de contemplação é definido por sorteios e lances.

Financiamentos da Caixa Econômica Federal

Para aqueles consumidores que se encaixam no segmento de micro e mini geração de energia solar, a Caixa Econômica federal disponibiliza o CONSTRUCARD. Dessa maneira, é possível financiar sistemas solares fotovoltaicos em até 240 meses, além de contar com taxas de juros mais atraentes para os consumidores.

Para quem já possui conta da CEF, basta entrar em contato com o seu gerente para solicitar a emissão do CONSTRUCARD. 

Veja como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica

 Vale ressaltar que as condições de pagamento e as taxas são negociadas diretamente com o seu gerente.

Proger Invest Giro Turismo

O turismo ecológico já é uma realidade no Brasil, por isso o PROGER InvestGiro Turismo foi criado para atender as empresas que atuam nesse segmento. Por meio da utilização de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), a linha de crédito oferece taxas competitivas e um prazo de até 120 meses para efetuar o pagamento, com uma carência de até 30 meses.

Essa linha de financiamento atende empresas de todos os portes, das micro e pequenas até as que possuem um faturamento anual de até R$ 7,5 milhões. No entanto, o crédito disponível é limitado a R$ 600 mil e para conseguir a aprovação do financiamento é preciso passar pela aprovação de disponibilidade de recursos do FAT.

É importante conversar com o seu gerente da Caixa para saber todas as restrições e variedades de bens financiáveis, como um sistema de energia fotovoltaica por exemplo. Vale ressaltar que cooperativas e associações de produção também podem solicitar um financiamento por meio dessa linha de crédito.

Santander financiamentos

O Santander já é reconhecido por disponibilizar crédito para soluções sustentáveis. Por meio do Santander Financiamentos, o banco oferece crédito para instalação de sistemas solares em até 60 vezes, para valores de R$2,500,00 até R$500 mil.

Existem opções para pessoas física e jurídica e a taxa de juros varia de acordo com os valores, prazos e condições de pagamento escolhidas. Uma das alternativas mais conhecidas é o: CDC Eficiência Energética de Equipamentos, que oferece crédito para o financiamento de sistemas de energia solar fotovoltaica.

Vale lembrar que antes de escolher a melhor de linha de crédito para o seu bolso é fundamental pesquisar bastante. Dessa maneira é possível assegurar a escolha do melhor financiamento de energia solar fotovoltaica de acordo com a sua realidade.

Veja como funciona o financiamento de energia solar fotovoltaica

BV Financeira

A BV FInanceira também possui uma linha de crédito para estimular a geração de energia fotovoltaica. Esse tipo de financiamento atende pessoas físicas e jurídicas, com o teto máximo de R$ 200 mil para consumidores e R$ 500 mil para empresas.

Com um prazo de até 5 anos, a linha de crédito é baseada em um juros de 1,5% a 2% ao mês. Além de possuir um diferencial, onde a renda mensal pode ser composta pelo cônjuge, entretanto vale ressaltar que o financiamento só é aprovado mediante a apresentação de um projeto fotovoltaico feito por um técnico da área.

Proger Empresarial

Mais uma linha de crédito destinada ao incentivo da energia fotovoltaica para os empreendedores brasileiros. O financiamento tem um limite máximo de até R$ 1.000.000,00 variando de acordo com o porte da empresa, praticando uma taxa de juros de longo prazo de 5,33% ao mês.

Com um prazo máximo de até 6 anos para empresas que faturam até R$ 10 milhões por ano. Também é possível utilizar o fundo garantidor (Fampe) para uma parcela do financiamento e garantir acesso a taxas especiais, vale ressaltar que essa linha de crédito está isenta de cobrança de imposto sobre operações financeiras (IOF).

financiamento de energia solar

Banco da Amazônia

Com o objetivo de incentivar a utilização da energia fotovoltaica na região norte do Brasil, o Banco da Amazônia lançou uma linha de crédito para financiamento de energia solar fotovoltaica. Dessa maneira, mesmos os consumidores que não possuem fácil acesso à luz elétrica podem solicitar um financiamento de um sistema fotovoltaico.

Essa linha de crédito foi elaborada para atender todos os tipos de empresa, concedendo crédito para negócio de todos os portes e segmentos. Praticando uma taxa de juros que varia de 0,59% e 1,02% ao mês, de acordo com o porte da empresa que solicitou o financiamento. O prazo dessa linha chega até 144 meses, com um tempo de carência de até 48 meses.

Banco do Nordeste

O Banco do Nordeste possui uma linha de crédito para financiamento de energia solar fotovoltaica para empresários. Chamado de FNE Sol pode ser utilizado para projetos de micro e minigeração de energia solar, estando disponível para empresas, cooperativas, produtores rurais e associações cadastradas nos estados nordestinos. norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

É possível consultar o simulador de financiamento pelo site do banco. A linha de crédito financia até 100% do valor total do projeto solar e da instalação, podendo ser pago em até 120 meses.

financiamento de energia solar células fotovoltaicas para se livrar das bandeiras tarifárias

Desenvolve SP

O desenvolvimento sustentável já faz parte do plano de governo em muitos estados brasileiros, como é o caso de São Paulo. Por isso, o governo estadual elaborou a Linha de Financiamento Economia Verde para reduzir 20% das emissões de CO2.

O programa financia diversas medidas benéficas para o meio ambiente, como sistemas de energia fotovoltaica. Destinado para negócios pequenos e médios da região de São Paulo, a linha de crédito pode ser parcelada em até 120 meses com uma taxa de juros de 0,53% ao mês.

A energia solar garante o retorno sobre o investimento

Mesmo com as diversas linhas de créditos disponíveis para estimular o uso da energia fotovoltaica, ainda existem consumidores que não enxergam as vantagens do segmento. Vale ressaltar que os sistemas fotovoltaicos exigem pouca manutenção, além de contar com uma durabilidade de até 30 anos. Desse modo é possível economizar até 90% dos gastos com conta de luz e receber créditos pela produção de energia fotovoltaica excedente.

Com os aumentos na conta de luz, o retorno sobre o investimento em sistemas fotovoltaicos é cada vez mais rápido. Pois à medida que os valores cobrados pelas distribuidoras de energia sobem, maior é a economia gerada, contribuindo para reduzir o tempo de payback do investimento inicial.

Com os aumentos constante da conta de luz, o retorno sobre o investimento em sistemas de geração de energia solar fica cada vez mais rápido. Isso acontece pois além da economia resultante da geração de energia, o sistema de compensação de créditos também contribui para o “payback” do sistema fotovoltaico.

financiamento de energia renovável

Unicred

O Unicred também possui uma linha de crédito para aquisição de sistemas fotovoltaicos nacionais ou importados. Além disso também oferece desconto na compra e instalação dos equipamentos com empresas parceiras.

O financiamento é liberado tanto para consumidores, empresas e produtores rurais basta ser um cooperado da Unicred. É possível solicitar o crédito pelas unidades de atendimento da cooperativa ou por linhas de crédito pré-aprovado.

É cobrada uma taxa a partir de CDI + 0,49% ao mês, sendo possível parcelar o pagamento em até 72 meses para projetos pequenos e 120 meses para projetos grandes. Com um diferencial de não possuir um valor fixo para solicitação do crédito.

Sicredi

A instituição financeira cooperativa Sicredi também possui uma linha de crédito para financiamento de energia solar fotovoltaica e sistemas fotovoltaicos. Atendendo pessoas físicas e jurídicas a linha de crédito pretende estimular a utilização da energia solar em todos o país.

As taxas praticadas variam de para associados, podendo ser adquirida a partir de 0,96% ao mês para pessoas jurídicas. As pessoas físicas conta com uma taxa de 0,98% ao mês, garantindo preços competitivos para todos os tipos de consumidores em um prazo de até 120 meses.

Vale lembrar que antes de escolher a melhor de linha de crédito para o seu bolso é fundamental pesquisar bastante. Dessa maneira é possível assegurar a escolha do melhor financiamento de energia solar fotovoltaica de acordo com a sua realidade.

E aí entendeu como funciona as principais de linhas de crédito para financiamento de energia solar fotovoltaica? Não se esqueça de seguir a Soliens no Instagram para ficar por dentro das novidades do segmento solar no Brasil!